quinta-feira, 11 de junho de 2009

Tensão Pré 12 de junho

Vai chegando o " 12 de junho" e muitos solteiros de plantão, a começar por mim claro, entram em depressão só de pensar que vão ser obrigados a aguentar aquelas homenagens melosas aos casais mais apaixonados deste país. O romantismo vai tomando conta de todos lugares, e os solteiros, coitados, tem de se contentar em ser mero espectador de toda comemoração.

Tudo gira em torno dos enamorados. O comércio usa e abusa de propagandas com produtos dos mais inusitados, aos mais irresistíveis para vender. A televisão, investe nos filmes, que já passaram milhares de vezes, e recheados de açúcar, só para entreter. O rádio, tira o dia para cantar o amor, com baladas que são capazes de derreter até os corações mais gelados. Os jornais, e revistas, também não ficam atrás, e reservam nas suas matérias um espaço exclusivo, só para os apaixonados.

Isso sem contar, nas dicas dos experts, na maioria das vezes ridículas , que resolvem ajudar aos encalhados conquistar enfim, sua alma gêmea, sua tampa da panela, sua cara metade, ou coisa parecida. Sejam sinceros, estas dicas por acaso ajuda a ninguém desencalhar? E em meio a todas estas baboseiras, ainda somos obrigados a ver casais se beijando, se abraçando, trocando carinhos, aonde quer que vamos. E corações vermelhos espalhados nos quatro cantos das cidades. E a ter que responder sem a mínima paciência aos malas que insistem em perguntar: "Vai ganhar o que no dia dos namorados?" . Não, ainda não sou uma encalhada, mas desta forma, não tem como não se sentir as piores das criaturas.

Quando era mais nova, eu era muito noiada com este assunto, apelava para simpatias, e derramava rios de lágrimas por estar sem namorado. Confesso que hoje, estou um pouco mais conformada com minha condição. Acho que tudo tem sua hora certa, e um dia, que está demorando, eu sei, vai aparecer um amor pra mim também. Mas não posso esconder minha indignação, com o pouco caso com os que estão sozinhos no dia 12 de junho. Muitos não estão assim porque querem. Outros estão passando por "aquela fossa " resultado de um fora fenomenal que até agora, está doendo. Ora, para que as homenagens forçarem tanto à barra nesta fase? Por que explorar tanto o romantismo nos filmes, nas rádios? Custa eles diversificarem um pouco nas opções, para que possamos nos divertir também, mesmo que sozinhos? E outra, por que não somos tratados com o mesmo mimo no dia do solteiro? (Como se desse para aproveitar o dia, mas tudo bem.)

É, mesmo com tantas perguntas sem respostas, uma coisa é certa, amanhã é o dia. Aos casais apaixonados e felizes aproveitem. Apesar de tudo, vocês merecem. E aos colegas solteiros, só nos resta procurar durante todo o dia, nos ocupar da melhor forma possível. Escutando um sonzinho legal, se possível fugindo das rádios, e dos programas de televisão. Não é fácil, eu sei, mas prometo que vou tentar também.


Bjokas!